Connect with us

Empreendedorismo

Vender pela internet: como converter seguidores em clientes

Aprenda de maneira efetiva como vender pela internet e transformar seus seguidores em clientes.

“Não quero apenas seguidores, quero vender pela internet”. Já se encontrou nessa situação? Nós sabemos! Esse é o desafio de todo empreendedor digital. E não é diferente para quem tem uma franquia online. Apenas seguidores e curtidas não pagam as contas. Mas, como transformar seguidores em clientes? Nesse texto você vai compreender como isso é possível e deixar seu negócio online ainda mais efetivo.

Há quem acredite que vender pela  internet é mais fácil do que em ambiente físico. De certa forma, é mais flexível – por possibilitar trabalhar em casa, atuar remotamente e criar seus próprios horários. Por outro lado, existe um árduo trabalho de marketing e branding que todo empreendedor virtual deve dominar e compreender. Definitivamente, nas redes sociais, transformar seguidores em clientes, não é uma tarefa simples, mas aplicando todas as táticas corretas torna-se bastante compensadora.

Loja online: o desafio de vender pela internet

Você criou a sua loja online, fez o logo, o design, cadastrou os produtos, tirou fotos excelentes, programou formas diferentes de envio e pagamento e não consegue realizar nenhuma venda?

Isso é mais comum do que imagina. Acontece porque, diferente de uma loja física, na internet não tem ninguém “passando em frente” de seu comércio. Não há tráfego pois entre milhões de sites que estão na internet, as pessoas não sabem que o seu existe. 

Quando o negócio é em ambiente virtual, é preciso fazer com que pessoas saibam da existência do seu site. Divulgar, convidar pessoas a acessar, fazer com que o link de seu e-commerce esteja em vários lugares são algumas das atitudes que podem ser feitas para o crescimento das suas vendas  na internet. Investindo em marketing o seu site terá mais tráfego e, logo, mais conversões. Ou seja, mais vendas.

Marketing correto para vender pela internet

Mencionamos no tópico acima o investimento em marketing. Porém, essa palavra é ampla. Há diversas estratégias possíveis de serem aplicadas para ter sucesso em seu negócio. 

Vamos a seguir especificar algumas delas.

  • Público alvo e persona
  • Dores do cliente e soluções
  • Instagram
  • Youtube
  • Blog
  • LinkedIn
  • Facebook
  • TikTok
  • Influência e parcerias
  • E-mail
  • KPI’s
  • CTA
  • Inbound Marketing

Público alvo e persona

Primeiramente, antes de começar a criar materiais e campanhas de marketing é necessário conhecer quem é o seu público alvo. É preciso identificar quem são as pessoas que se interessam pelo seu produto, quem conversa com sua marca, quais características elas têm, como: faixa etária, renda, gostos, estilo, preferências, qual local moram, o que fazem, como se comunicam, etc.

Sabendo isso, suas campanhas serão direcionadas e, logo, mais assertivas. É possível fazer isso solicitando informações pessoais de seus clientes no momento da compra, analisando a concorrência ou solicitando estudos de empresas especializadas. Assim, é possível analisar as métricas e conhecer quem é o seu público. 

“Ainda não tenho clientes, como faço?” 

Se você ainda não realizou vendas, sem problemas! Já ouviu falar em persona ou buyer persona? Trata-se da criação do perfil do cliente ideal. É preciso fazer pesquisa de mercado e idealizar seu próprio público. Assim, você pode criar um cliente imaginário com diversas características que combinam com o seu negócio. Essa descrição pode ser usada tanto para o marketing quanto para todas as outras áreas da empresa.

Criar a persona para o seu negócio auxilia a tomar decisões embasadas e comunicar melhor com os seus possíveis clientes.

Algumas ferramentas gratuitas que ajudam a criar uma persona para sua empresa: essa, essa e essa.

Dores do cliente e soluções

Qual é o “problema” do seu cliente? E como você pode ajudar ele? 

Ter essa percepção é muito importante para alavancar a empresa e vender na internet e fora dela.

Isso porque todo cliente busca algo. Ele precisa de alguma coisa. E a sua empresa deve estar ali para solucionar o que ele precisa.

Se a sua loja oferece o serviço ou produto que ele procura, é preciso caprichar na abordagem contando isso aos clientes para fechar vendas.

Vale destacar que a dor do cliente é algo que pode ser bastante amplo. Por exemplo, para uma franquia que vende maquiagens, muitas vezes, a dor vai além de querer estar bonita diariamente, ela pode ser a necessidade de aumentar sua auto-estima. Em uma loja de joias, a dor pode ser não saber como usar ou combinar os acessórios. Por isso, analise a fundo como os seus produtos ou serviços podem ser a solução para diferentes necessidades.

Instagram

Definidos os tópicos anteriores, está na hora de colocar em prática as estratégias de marketing. E, no mundo atual, o Instagram é uma ferramenta quase obrigatória para quem quer vender pela internet e fazer a loja online alavancar. 

Além do site, é preciso ter um perfil profissional no instagram. É através dele que você irá se conectar com seu público, criar seguidores, fãs e clientes.

Diferente do Facebook, o Instagram traz mais engajamento e interação do público com as publicações.

É por meio do Instagram que a sua empresa irá criar uma reputação, credibilidade e potenciais clientes irão avaliar se a sua loja é confiável ou não.

Além disso, o perfil profissional do Instagram oferece métricas importantes para entender tanto o público alvo quanto o marketing que está sendo feito. Com elas, é possível analisar o que tem dado mais resultado e o que não tem funcionado.

Nessa rede, é preciso explorar tudo o que ela tem para oferecer. Fazer postagens diariamente, criar vídeos criativos para o Reels, criar conteúdos bacanas para o IGTV, estar diariamente nos stories e, inclusive, diversas vezes por dia.

Criar um planejamento de postagens e conteúdos estratégicos é uma ótima dica. Existem diversos vídeos e cursos na internet ensinando como fazer. Siga perfis que podem ser referências, siga perfis de concorrentes.

É preciso considerar o Instagram uma das partes mais importantes do trabalho quando se trata de loja online e usá-lo com dedicação e profissionalismo.

Facebook

Atualmente, não é a mais relevante das redes sociais. Mas, é preciso, mesmo assim, ter nele a página profissional de seu negócio e se manter compartilhando publicações do Instagram lá e outros conteúdos que julgue importantes, quando se trata de vender pela internet.

O Facebook é interligado com o Instagram, o que possibilita várias facilidades e benefícios: criar campanhas, anúncios,  impulsionamento, catálogo de produtos, etiquetas de preços no Instagram, etc.

Lembre-se que existem pessoas que ainda não estão no Instagram, mas estão no Facebook. Quanto mais lugares a sua empresa estiver e marcar presença, melhor!

Só não vale abandonar a página do Facebook e deixar como um perfil “fantasma”. Isso pode passar uma imagem negativa de seu negócio.

Youtube

O Youtube abrange um público um pouco diferente do Instagram. Nele, é possível criar vídeos mais longos, explicativos, com edições muitas vezes mais elaboradas. É uma rede que, complementando com a loja virtual e o Instagram, pode trazer muito sucesso, novos seguidores e, inclusive, novos clientes para o seu negócio.

Associar criação de conteúdo no Youtube com a sua loja online pode ser uma ferramenta muito poderosa. Muitas pessoas conhecerão sua marca através de seus vídeos e poderão se tornar fãs de seu negócio.

Não hesite em contar sua história, a trajetória da loja, dividir dicas, experiências, mostrar produtos e muito mais! Tudo isso só fará a sua comunidade crescer e novos potenciais clientes se identificarem com você.

Na descrição de todos os vídeos deixe disponível o lindo do site da sua loja e do seu instagram para as pessoas acessarem e seguirem!

Blog

Outra ferramenta poderosa para alavancar a sua loja online e as vendas na internet é tendo um blog dentro dela.

Isso por vários motivos:

  • Criar conteúdos interessantes no blog irá trazer novos leitores interessados para a sua marca;
  • Textos legais no blog podem fidelizar leitores e clientes;
  • Os seus textos podem conseguir um bom rankeamento orgânico no Google e, assim, trazer mais tráfego, ou seja, visitantes, para seu site.

É possível abordar o mesmo conteúdo em diferentes ferramentas. Exemplo: falar sobre o lançamento de um batom em uma postagem no Instagram, escrever um texto sobre ele no blog e também fazer um vídeo sobre o produto no Youtube. São canais diferentes que se complementam entre si e trazem resultados diferentes! O blog é uma ferramenta potencializadora de negócios online.

LinkedIn

Seu negócio deve estar presente na rede social dos negócios! O Linkedin tem sido uma ferramenta cada vez mais comum para contratação de funcionários, criação de conteúdos corporativos, compartilhamento e engajamento entre empresas e pessoas e, principalmente, networking.

Não deixe de criar a página profissional de sua empresa e atualizar sempre criando conteúdos relevantes sobre seu nicho.

Mas, atenção: o LinkedIn é uma rede diferente das demais, portanto, postar o mesmo conteúdo nele pode não só não dar resultado, como gerar uma má impressão.

Lembre-se que aqui prevalece o lado profissional, sendo assim, é preciso elaborar conteúdos ligados a isso.

É possível, por exemplo, publicar algo ligado à “maquiagem no ambiente de trabalho”, ou então “como os exercícios físicos aliados à suplementação correta podem ajudar no seu desempenho profissional”. 😉

TikTok

Diferente de todas as redes sociais citadas acima, o TikTok tem um alcance orgânico enorme. As publicações de “tiktokers” são entregues para centenas de outros usuários rapidamente. Isso resulta em visibilidade, novas comunidades para seu negócio e fama de forma rápida. Por isso, a sua empresa deve estar no Tiktok!

Quer ter um alcance surreal e fazer sua empresa crescer rapidamente na internet? Então crie um perfil para sua empresa e comece a gravar vídeos bacanas que estão em alta! 

“Ah, não sei gravar vídeos!” Esqueça essa afirmação! No TikTok os vídeos não precisam ser profissionais. É preciso apenas de boas ideias. Existem tutoriais e ferramentas simples que ensinam qualquer smartphone a se tornar uma poderosa ferramenta de gravação e edição.

Com isso, sua empresa se torna mais conhecida e aumenta suas chances de ganhar visitantes e vender pela internet.

Influências e Parcerias

Falamos acima sobre ferramentas para usar em seu negócio. Mas, sabemos que todo início é difícil e, até criar o seu próprio público, muitas vezes você terá diversas publicações incríveis com poucos likes, zero comentários e interações.

Mas, não desanime! Isso é muito comum no começo e só tem sucesso quem não desiste. E para passar por essa fase da “solidão nas publicações”  um pouco mais rápido, que tal fazer parcerias com influenciadoras digitais que já têm autoridade e público na internet?

Essas pessoas podem trazer ótimos resultados para seu negócio por meio de parcerias.

Além de divulgar sua empresa, elas também podem transmitir ao público delas a imagem de que sua empresa é confiável.

Aposte em parcerias com influenciadoras para divulgar seu negócio. Com certeza irá “tonificar” suas páginas e vendas rapidamente.

E-mail

O e-mail é uma das ferramentas mais antigas da internet. Mas, não subestime seu poder!

Colecionar e-mails de seus clientes e enviar semanalmente informativos, novidades, fotos e textos é uma ferramenta muito boa para conversão de vendas.

Enviando e-mails para a sua base de clientes e interessados você fortalece a sua presença, sua marca, passa a sua mensagem e, por que não, realiza vendas?

Existem programas especializados em e-mail marketing que você pode contratar e usar para seu negócio. Alguns deles são o RD Station, Active e Mailchimp.

Fique atento para não passar do ponto. É preciso manter uma periodicidade bacana, mas sem exageros para não sobrecarregar seus contatos.

CTA: Call to action

Sabendo tudo isso, é preciso conhecer uma ferramenta essencial em marketing digital: o “call to action” ou “chamada para ação”. 

A chamada para ação é a mensagem, texto ou imagem que convide o visitante a realizar alguma ação.

Frases como:

  • Clique agora;
  • Compre agora;
  • Se inscreva;
  • Conheça clicando no link;
  • Acesse o link e se inscreva;

São exemplos de chamadas para a ação que podem virar o rumo da sua publicação e converter o leitor em um cliente. Escolha as chamadas certas e alavanque suas vendas!

KPI’s

O Key Performance Indicator, conhecido como KPI, é um indicador de performance que você precisa conhecer.

Por exemplo, sabe quando uma publicação tem muitos likes mas resulta em zero vendas? Isso pode ser, de certa forma, considerado um fator “ilusório” para o seu negócio. Os KPI ‘s estão aí justamente para medir o que realmente é efetivo, sem ilusões!

Diferente de métricas, os KPI’s são o conjunto de indicadores-chave necessários para que a sua empresa consiga atingir o sucesso. As métricas trabalham com pontos específicos que necessitam ser medidos.

Se a métrica trouxer resultados significativos para sua campanha, ela pode virar um KPI.

KPI’s são as técnicas que você vai utilizar para obter os melhores resultados enquanto a métrica pode te ajudar a aumentar o engajamento do público em seu site, por exemplo.

Em uma empresa é possível aplicar diferentes tipos de KPI’s. Busque estudar sobre todos e aplicá-los sempre. Isso trará resultados mais efetivos para o seu negócio.

Inbound Marketing

Atrair -> Converter -> Vender -> Encantar.

O inbound marketing é uma estratégia em que a empresa não vai até os clientes, mas cria formas de atraí-los. Para isso, é criado conteúdos valiosos e experiências exclusivas para chamar, encantar e fidelizar clientes. 

Certamente, um empreendedor não quer qualquer pessoa entrando em seu site, mas, sim, as pessoas certas. Esse público potencial é atraído por diversos meios já mencionados acima: redes sociais, blog, vídeos, anúncios, etc. Para cumprir todas as etapas é preciso, utilizar do marketing de conteúdo, CTA, e-mail, etc.

O objetivo inicial desse tipo de marketing é atrair pessoas interessadas para potencializar as suas vendas na internet, fazê-las se inscrever em algo ou depositar dados e informações relevantes sobre si. 

Após atrair, é preciso fornecer a essas pessoas informações e soluções alinhadas com suas dores e necessidades, para que comprem da empresa.

E, por fim, é necessário fornecer ajuda e suporte para auxiliar esses clientes a obterem sucesso com o seu produto.

Caso não tenha experiência para fazer o inbound marketing sozinho é indicado contratar um profissional ou empresa especializada nisso. 

Vender pela internet: transformando seguidores em clientes

Você chegou até aqui e ainda não teve a resposta que o título desse artigo prometeu, certo!? 

Nós sabemos. Mas não teria como ensinar a fazer essa conversão sem antes mencionar todas as táticas necessárias para que isso aconteça e você consiga finalmente vender pela internet, pelo seu e-commerce.

A verdade é que apenas postar no Instagram sem estratégia não faz seu seguidor querer seu produto. É preciso mostrar seu diferencial, entender seu público, resolver as dores de seus clientes, conversar com eles da maneira certa (errando muito até acertar) e, principalmente, estando diariamente ativo em todas as redes sociais que puder. Também é necessário estar próximo ao seu público, passar confiança e responder às expectativas.

Não é fácil, mas é algo que deve ser regado diariamente e construído aos poucos – com constância. A repetição aliada a boas estratégias é algo muito efetivo.

O marketing de conteúdo em todas as ferramentas mencionadas acima é poderoso para gerar seguidores, fãs e, após isso, clientes. E a combinação de criar conteúdos em diferentes redes sociais pode fazer a sua empresa ter uma legião de seguidores e potenciais clientes absurda. 

Ouse humanizar a sua marca, dividir sua história, abordar fatos do dia a dia para se aproximar de seus seguidores e criar um relacionamento de confiança com eles.

Não deixe de fazer o marketing inbound. Analise as métricas, veja o que dá mais resultado, aplique estratégias e a linguagem correta, “convide para a ação”, faça um bom trabalho, trate cada seguidor como se fosse o único, ofereça bons produtos, seja honesto, transparente e gentil. Promova o desejo e a confiança. Faça parcerias. Amplie sua rede. Crie laços  com sua comunidade com o marketing de conteúdo. Assim, com certeza, seus seguidores irão se transformar em clientes e, inclusive, clientes fiéis.

Já conhece o grupo Franquias do Futuro? Para saber mais sobre franquias digitais, preencha o formulário e um consultor entrará em contato com você. Tenha seu próprio negócio de maneira flexível, prática, investindo pouco e realizando vendas a nível nacional.

3 Comments

3 Comments

  1. Pingback: Casal que empreende juntos - As Franquias do Futuro

  2. Pingback: Pós pandemia: efeitos no comércio e consumo - As Franquias do Futuro

  3. Pingback: Como fazer a empresa crescer com parcerias - As Franquias do Futuro

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts

E-book gratuito

ebook-como-ter-um-ecommerce

Principais assuntos

Franquias do Futuro. R. Bartolomeu Lourenço de Gusmão, 2199 - Curitiba/PR. Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.